quinta-feira, 9 de setembro de 2010

11º Capitulo - Dominick...

Este capitulo vai para a Marta Boo que tem deixado comente lindos! :D Obrigada martinha!

E vai também para a Carolina, a Mariana.
^Ontem nem deu para falar convosco na chat… Todos sabemos porque! Lol

Ora bem, este capitulo tem cenas para maiores de 16.
Quem não quiser é só passar á frente destes sinais ****
Exemplo:
***************************************************************************
Rtyuiokjhgfdsdfghjkl
Kjhgfdfghjkliuytredc

***************************************************************************



****************************************************************************

Levei Dominick pela mão até o meu quarto. Ele não sabia no que estava a pensar. Eu, não queria pensar. Apenas sentir. Senti-lo. Faze-lo sentir.
Quando abri a porta e lentamente o puxei, ele viu o que tinha preparado para o fazer sentir mais livre. Uma manta estava no chão, pois a primeira vez e última vez, que nos tínhamos amado tinha sido no chão. Velas melhoravam o ambiente escuro. De alguma forma eu sabia que ele precisava de um pouco de escuridão. E lentamente aprenderia a lidar com tudo. Porque, eu pretendia faze-lo tão feliz quanto ele merecia.
Dominick apenas me olhou. Nada disse. Os seus olhos falavam, o seu corpo expressava o que pensava. Tirou a mascara e ele próprio a atirou contra a parede e estilhaçou-a em mil pedaços. Puxou-me para um beijo e muito lentamente foi despindo-me. Vendo as mudanças que o tempo fez com o meu corpo. Não tinha vergonha dele. Não tinha vergonha de lhe mostrar o meu corpo nu. Era natural. Perfeitamente natural estar com ele assim.
Então, comecei a tirar a camisola dele. As suas mãos tremeram ao impedirem as minhas.
- Qual o problema? – sussurrei – Está tudo bem se não quiseres agora…
- Eu quero. Só que…
- O quê? – beijei lentamente os seus lábios. Era estranho. Parecia que tínhamos invertido agora os papeis. Da ultima vez era eu que estava nervosa e ele acalmava-me e ajudava-me a lidar com as sensações – Se não conseguir-mos, não tem nenhum problema.
- Eu… Arianna… - levou as minhas mãos ao seu rosto fazendo-me tocar as suas cicatrizes – Existe mais, por baixo da roupa…
- Não me importo. De todo.
- Só não quero que te assustes…
- Isso seria impossível. – depositei beijos no seu pescoço, recebendo suspiros em troca – Eu não as vejo.
O seu corpo deixou de ficar tão tenso e começou a soltar-se. Deixando a paixão correr livremente.
- Levanta os braços para mim, Dominick. – ele sorriu e ergueu lentamente os braços, permitindo-me tirar-lhe a camisola. Observei o seu tronco musculado. Forte. Se tinha cicatrizes? Sim, tinha. Piores que a do rosto? Não sei. São apenas cicatrizes e eu não as vejo.
Tracei-as com as pontas dos meus dedos, e depois beijei-as. Ele estava tenso. Senti-a que estava hesitante, um tanto retraído.
- Relaxa… - pedi.
Não sei exactamente como aconteceu. Acabamos deitados na manta, nus e entregues á paixão. Já não necessitava de guiar Dominick. Guiávamo-nos mutuamente. As nossas respirações arfantes podiam-se ouvir no quarto. Não podia evitar. As mãos que percorriam o meu corpo, que me acariciavam deixavam-se exactamente como me estava a comportar – sem ar.
Com carinho, e ao mesmo tempo paixão, incentivava Dominick. Tentava desperta-lo cada vez mais. Com paciência e amor iríamos dar prazer um ao outro. Embora, apenas acariciar a sua pele, já me deixava extasiada. Desejosa por mais.
Dominick, rodou para se posicionar sobre mim. Encarava os meus olhos que deviam ser o reflexo dos dele. Luxuriosos e pedintes por mais. Cada vez mais.
- Pronta? – murmurou alterado.
- Sim!
- Vai ser como se fosse a primeira vez. – afastou o meu cabelo do rosto, com mãos trementes pela paixão e desejo que lhe corria pelas veias – Amo-te.
- Eu também. – e ele penetrou-me.
Dominick, lançou a cabeça para trás e rugiu vitorioso. Eu prendi a respiração e abracei-o forte.
Começamos a movermos, sempre a pensar no prazer do outro – e ao mesmo tempo explodir de amor e paixão. Sentia as suas investidas, os seus lábios que me beijavam ora na boca no pescoço. Ao mesmo tempo que ouvia os sussurros do meu próprio nome no quarto, misturados com o nome dele que saia dos meus lábios em forma de gemido.
Então, senti que flutuava no clímax e tive a pequena percepção que Dominick também atingiu o dele e caiu sobre mim, enquanto deixava as suas lágrimas molharem a minha pele.

**********************************************************



- Dominck… - brinquei com os seus cabelos, enquanto o seu rosto estava escondido no meu peito – não chores…
Ele respirou fundo.
- Consegui! – a sua voz era de triunfo, de vitoria. – Voltei a ser homem.
- Sempre foste, Dominick. Sempre.
- Obrigada. Por isto, por tudo!
- De nada! – ri – Não tens que agradecer, seu tolo!
- Eu sei que deve ter sido diferente do que estavas à espera, mas a ultima vez que fiz foi naquele bar… E agora… Bom, prometo que da próxima vez, será melhor. Desculpa, por te ter desiludido…
Gargalhei. Ele ficou tenso.
- Não me desiludiste! Podes ter a certeza, e se vai melhor… Bom, mal posso esperar.
Ele sorriu e girou para o lado, puxando-me para um abraço.
- Como te amo! – apertou forte.
- Eu também. – beijei os seus lábios. – Mas posso dormir? Estou cansada.
- Eu cansei-te? – arregalou os olhos.
- Aham.
Fechei os olhos, ainda com o rosto vaidoso de Dominick no pensamento.

Então, logo pela manha tivemos uma surpresa. Kyle, estava em casa. Mas estava no quarto dele, e fez Sheila avisar para não chegar-mos perto dele, ou voltaria a desaparecer. Dominick sentia-se mal de ver assim o irmão. Eu sentia-me mal por ver assim o meu melhor amigo. Quem quer ver o melhor amigo sofrer?
- Posso ir agora? – olhei com paciência para Clint – Sim. Eu sei isso tudo.
Perguntei se poderia levar B, a passear pela praia e o puto já estava á mais de 15 minutos a dar-me concelhos e avisos.
- Mas não o…
- Clint. Lembras-te que venho da superfície e lá existe montes de cães? O meu pai tem 3. Sei perfeitamente tomar conta deles. Sossega!
- Se calhar não é boa ideia…
Respirei fundo, despenteie-lhe o cabelo e esperei que ele se despedisse de B – como se ele fosse para a guerra!
- Cuidado…
- Eu sei Clint!
Lá levei o cão até a praia, para ele se divertir. Os miúdos queriam todos brincar com ele – deixei apenas fazerem-lhe umas festas pois tinha certeza que Clint estaria a espiar de uma varanda do palácio, com uns binóculos ou assim.
Então quando voltava para casa, tive uma surpresa. Desagradável. E muito inquietante.
No jardim, vi Roza. A falar com Kyle. Senti medo.
- Kyle? – tive que ir lá – Porque estás a falar com ela?
- Não fales comigo.
- Kyle…
- Já avisei Arianna. Não quero conversas com traidoras como tu! Não vou esquecer o que me fizeste.
- Kyle… Não estejas a ouvir nada do que a Roza te diga… Ela…
- Vou meter-lhe coisas na cabeça? – interrompeu-me roza – De que tens medo?
- Kyle…
Ele virou-me costas e guiou Roza para dentro do castelo.
Sentia-me com medo. Aquela Roza não era de confiança. Levei B a Clint que lhe fez uma inspecção completa, e depois fui á procura de Dominick. Contei-lhe as minhas preocupações, e ele estava demasiado feliz para perceber o que queria dizer.
- Dominick! Não percebes que eles podem tentar alguma coisa, para nos separar?
- Nada, nem ninguém me vai separar de ti, Arianna. Calma. – beijou-me – O meu irmão, por mais magoado que esteja não iria magoar-nos de propósito. Ele ama-nos. Sou o seu irmão, e bom, tu és a mulher que ele ama. – ficou um pouco triste – Ele não nos faria mal, assim como eu não magoaria o meu irmão nem tu o teu melhor amigo.
- Mas…
- Não percas tempo a pensar nisso.
- Ouve! Não percebes? A Roza vai encher-lhe a cabeça de coisas…
- Talvez tente. Kyle é inteligente o suficiente para perceber que ela apenas está com raiva por ter sido de certa forma rejeitada…
- Não percebes que rejeitamos Kyle? – exasperei-me – Que o traímos? Ele odeia-nos! Eu amo-o porque ele é o meu melhor amigo, mas matei aquilo que ele sentia por mim. Eu vi nos olhos dele, que ele me odiava!
- Não odeia nada. Está magoado, apenas…
- Tu não ligas ao que te digo! E é isso que nos vai lixar!
- Calma! – alisou os meus cabelos com ar de paciência. Aquela atitude despreocupada… - Confia em Kyle. Conheço o meu irmão desde sempre. Viu-o crescer e sei como ele é. Nunca que nos ia magoar. Kyle é bom.
- Dominick… Nós magoamo-lo… Ele odeia-nos. Ele pensava exactamente isso de nos, e nos traímo-lo. Não sei… Mas aqueles dois juntos não são bons juntos. Não são. Eu sinto que…
- Estás demasiado nervosa.
- A tua despreocupação e descaso ainda nos vai custar caro Dominick!
- Vai correr tudo bem.
- Espero que sim. Por tudo… Espero que sim. – mas não estava convencida.


Então, o que acharam?
O Dominick conseguiu! :D
Bom, o que acharam?
Eu queria agradecer a todos os que me apoiaram! Obrigada! :D
O próximo capitulo sai no Domingo!
Beijos!
P.S-) As aulas estão mesmo a começar… :S Amanha! :S
Se já não começou para alguns… :S
Beijinhos e já sabem! Comentem! ;)

16 comentários:

Marta Boo disse...

OMFG !!!!!!!!! AII MINHA MÃE DO CEU, VIRGEM SANTISSIMA !!!
Ok, calma vou tentar formular um comentários bonitinho e minimamente decente, e tentar que ele pareca grande :D

Em primeiro lugar, porque? Porque é que tinha de acabar quando eu estava a gostar! Hein? Explica-me Ar! Aii eu gostei tanto, ams tanto, mas tanto deste capitulo, tu nem imaginas Maria Ar, está super divinal e fantastico e amei como todos os outros !

Já te disse que tens um dom? Que tens imenso talento? Ya eu sou muito repetitiva mas temos de admitir que é a mais pura das verdades e as verdades são para serem ditas ^^ Acho que ainda vamos ouvir falar muito de ti mesmo, e eu vou estar lá a ouvir tudinho, e vais dar-me um autografo sim, levo uam t-shirt e tudo com as tuas fics todas a mistura, ah e vou dar-te um mega abraço aquele que te prometi no ultimo comentario ao capitulo anterio, eu não em esqueço e tu nãot e escapas querida :)

Sabes, tenho mesmo muito orgulho em ti, e admiro-te que é uam coisa louca, acho que já não consigo vir ao computador e não vir aqui ao teu blog ver de um novo capitulo ou simplesmente se respondes-te ou ja aceitas-te o meu comentário :P Já mencionei que te adoro? Okay, eu adoro.te tipo bueeexx mesmo, embora nãot e conheca acho que és uma pessoa fantastica e querida e es amiga dos amigos e eu prezo muito amizades assim :D E espero que um dias nos encontremos para nos conhecer-mos levas dois abraçoes de urso, um nesse dia outro no do autrografo!

O capitulo está lindo, lindo, lindo, adorei a bolinha vermelha como sempre, alias amei porque está mesmo, Woooow! E finalmente o nosso querido Dominick conseguiu, e espero bem que aquela vaca da Roza não faça nada senão eu arranco-lhe a cabeça! MUAHAHA PORCALHONA!

Obrigada por me dedicares o capitulo, a serio! Nem sabes fiquei mesmo toda contente por me teres dedicado esta maravilha, a serio! Tou com um sorriso super parvo na cara e tou mesmo contente por isso do capitulo e por dizeres que gostas dos mesu comentarios (e espero que tambem gostes de mim ^^)

Bem, es devia acordar as sete da manha, amanha aulinhas, tem de ser, e estive aqui de plantão e já tou a ver tudo novoado e tou mesmo bebeda de sono, portanto vou dormiur e amanha venho cá ver o blog outra vez! Ah e domingo cá esotu acampada como hoje querida ah e se a pata boi aparecer tu avisa-me logo tá!? eheh ao poder!!

Beijinhos ar :D
Adoro-te buuueeeeee e obrigada outra vez por me teres dedicado o capitulo e por tar tao fantastico!

Rita Cullen disse...

Finalmente capitulo Ar, tenho estado aqui a algum tempo a fazer refresh na página e a ler o resto do pessoal na caixa do chat a dzr que a tecla F5 até já está a ficar marada :P

Bem tivemos bolinha vermelha :p. Finalmente Dominick conseguiu, isso é fantástico, agora já se sente realizado, um homem inteiro por assim dizer. A Arianna até ficou cansada e tudo :p (eu sou mesmo perversa pah)

E parece que o Kyle voltou, que bom Ar, já estava a ficar preocupada com ele pah, podia ter acontecido alguma coisa e depois o Dominick e a Arianna ia ficar super mal. Mas adiante, o Clint deve mesmo gostar do cão, pa estar 15 minutos a dizer-lhe o que fazer e não fazer e a Arianna é que viveu na superfície ao pé dos cães.

E a Roza? Ai ai que eu vou armar barraca! O que que essa já anda a meter na cabeça do Kyle? Ai, ai eu desfaço-a toda, ela pode querer separá-los ou então como não ficou com o Dominick ainda se vai mas é atirar ao Kyle, cá para mim essa é mais uma badalhoca como a Kawit, em fim, á sempre uma desse género, mas ai dela que faça porcaria com o Kyle ou esmurro-a toda (sou muito má eu :P)

Adorei o capitu Ar, a sério tens mesmo jeito para isto, quem é que é capaz de dizer que não tens? (nem vou comentar) Em fim, é pena que isto esteja a acabar mas estou ansiosa para saber como é que isto vai acabar, disseste que ias dar um final que secalhar vamos ficar :o (a verdade é que ficamos sempre) e eu mal posso esperar.

Também já tenho muitas saudades do Amor e Sangue á meia-noite (acreditas que estive á uns dias a lê-la toda outra vez? Estava mesmo com saudades daqueles dois).

Bem mas não te vou maçar mais, estarei aqui no Domingo pa ler o teu capitulo (a minha apresentação á na segunda ás 9 da manhã mas se tiver de ficar acordada até tarde para ler o teu capitulo eu fico!, palavra de Rita :P)

Então até Domingo
Beijinhos :)

Margarida disse...

AR da minha vida!

Sim, eu já sabia desde ontem que iam haver cenas intimas (que por sinal eu ADOOOOOOORO) mas não sabia que ia ser assim tão perfeito! Eu sei que tu és maravilhosa a escrever (e em tudo o resto), mas não poderia pensar que fosse TÃOOOOO....... estou sem palavras.

Foi tudo como eu imaginei, juro que sim! Eu já te tinha dito que era aquilo que eu imaginava, um ambiente muito muito romantico, com velas e assim.... Um ambiente calmo e cheio de amor tal como a Ariana e o DOminick. Tal como o amor deles, calmo. Apesar de ter sido contorvado nos ultimos tempos, é um amor muito pacifico. NAda de paixões arrebatadoras e carnais como a do Alex e da Nikka. E esta 1ª vez, como o Dominick lhe chamou descrevu isso tudo! Amei!!! e eu sinceramente pensei que ele não fosse conseguir chegar até ao fim... Mas conseguiu e eu fiquei tão feliz pelo Dominick! OMG, como eu fiquei feliz por ele!! Aquilo mudou a sua vida, a sua perspectiva de vida, o seu futuro, a sua maneira de ser, a maneira como ele se sente... Voltou a ser "homem" como ele disse, e para um homem isso significa muuuutio mesmo! tu sabes disso xD

Agora a segunda parte do capitulo deixou-me com o coração nas mãos, AR! ai meu deus, nem quero imaginar o que a parva da Roza andara a tramar! aquilo não vai terminar bem!! Tal como a Ariana disse nunca se deve menosprezar uma mulher rejeita!! nunca isso será um erro crasso para o DOminick!! e para piorar a situação, ela vai-se juntar ao Kyle que também está ferido e não só pela mulher que ama e com quem queria casar mas também pelo irmão que ele tanto amava e admirava!! Oh GOD!! não vai sair boa coisa dali, ai não vai não!

E o DOminick está tão apaixonado e exitado por conseguir atingir aquela vitoria pessoal que nem consegue pensar em mais nada! Só me apetece ir lá e avisa-lo!! lol

Claro que a atitude do Kyle foi compreensivel, de não querer ver nenhum dos dois porque ele está muito magoado. É perfeitamente compreensivel!

E o Clint fez-me lembrar alguém (eu própria) quando alguém vai passear o seu cãozinho!! haha xD

E quero saber tudo sobre o primeiro dia de aulas, sim?! a turma, os profs, os horários!! vai correr super bem, vais ver! desejo-te toda a sorte do mundo meu amor e sabes que podes contar comigo para o que precisares!!

Espero falar contigo antes de Domingo!!

BEijo grande meu amor!!
EU AMO VOCÊ!!!!**

M Moon disse...

Ai amei amei amei, so não gostei duma coisinha: capitulo era pequenito =( mas adorei cada segundo que li. Fiquei feliz pelo Kyle ter voltado. Sera que o Kyle vai ficar com a Roza? Hum não ia gostar muito a roza não parece boa pessoa. Mas o Dominick consegui. Que bom! Ainda bem ele merecia ele é óptima pessoa, e ate chorou com aquilo. Amei mais que profundamente a parte da bolinha vermelha (não é taradice é porque ta fofinha e porque ele ate se emociona e a arianna tbm e fica super feliz por ele e ele tbm fica super feliz pronto fica tudo feliz xD). O Clint não larga mesmo o B por nada daquele mundo acho que se não fosse a arianna a pedir ele não emprestava a outra pessoa :D
Adorei o capitulo está simplesmente fantástico quero mais esta dose foi pequenina *beicinho*
Tou mm super anciosa para ver como isto vai acabar ate fico com os nervos a flor da pele, é mesmo stressante por isso, podias não sei se não tiveres muito ocupada nem com dor de cabeça dar-nos aqui um bónus antes de Domingo (porque eu acho que vou desesperar e desmaiar com a anciedade). Juro a tua fic é incrivelmente contagiante, eu tou tipo a pensar a td a hora se é hj que tu vais postar mais. È tipo “será que é hj que a AR vai postar mais? Espera hj é dia que…” e coisas deste género. E aquela patinha é estúpida por isso nem ligues tens aqui 500 pessoas que gostam e uma que não gosta. Temos pena ela que va procurar outra historia mas garanto que não há melhor que esta :D Isto vai sair um testamento…
E so por caso quando disseste que já tava o capitulo eu reparei que tinhas 10 pessoas online. 10 pessoas. Isso tem que significar alguma coisa ne? Bem vou deixar aqui de te massacrar :P
Bjs*

Vitor disse...

AR, adorei ler este teu capítulo.
Já parecia estranho não haver capítulos com o sinaiszitos de aviso xD
Ver que o Kyle ainda estava tão mal com tudo aquilo deu-me pena. Mas também mudou um pouco, tendo em conta o modo como falou com a Arianna.
E aquela Roza é mto suspeita. Ela pode ser capaz de tudo para conseguir o que quer. Ou pode também não o ser. A única a encarregar-se do saber de todos os acontecimentos é aqui a AR, pois é ela quem determina td xD
Continua a escrever assim, amiga.
Bjs de um amigo :D

Bruna disse...

Ar, minha querida Ar! Desculpa a surpresa que ainda não te fiz, e não sei se vou fazer, eu disse que talez fazia, tive a pensar em algumas coisas, fiz-las mas apageui tudo de novo porque estava muito infantil. Desculpa, sinto-me como se te tivesse a desiludir cada dia que passa.Desculpa, a sério!

Este capítulo, tal como os outros está maravilhoso! Todos os capítulo estão!
Como tu sabes, e como eu já te disse, tu tens um dom para isto, não tens só um, tens muitos! Tens o dom de escrever super bem, de ter imaginação, de cativar as pessoas só com o prefácio, de nos fazer entrar na história.... e muitos outros mais, alguns desconhecidos ainda.
Tu és simplesmente maravilhosa!

Eu não sei como ainda consegues imaginação para nos supreender, parece-me que já tentaste todas as formas para nos surpreender, mas tu voltas a surpreender, não sei como mas voltas!

Eu tentei fazer um bom comentário, acho que me saiu um bocado mal, mas já está feio e não vou apagar. Tenho feito comentários pequenos e mal-estruturados porque eu já disse um pouco de tudo, e agora não sei o que dizer, que já não saibas.
Mas prontos.

A tua escola começa hoje? A minha só começa segunda :p

Mil beijitos para a minha querida Ar,
agradeço-te por tudo e...
nunca pares de escrever, porque eu adoro o que escreves e quem não gosta(como a patinha sei lá das quantas)não comenta, que se ponha a andar, e que faça melhor se é que consegue.

Lipa disse...

Bem... espectacular... mesmo... o Dominick consegui... ;P... Este capitulo foi tão... woooh... maravilhoso...
O kyle a falar com a Roza não deve ser lá coisa boa... o que é que andam a tramar?... Vou ter de esperar nao é?....
Domingo volto cá para ver o que é que se vai passar... Ai... estou em pulgas para saber o final... =)
Beijinho xD

Anónimo disse...

Happy birthday to you Dominick!
Ele deve estar mt feliz, mas demasiado, porque eu aposto que a roza lhe vai por coisas na cabeça e ele esta demasiado preocupado com "SER HOMEM" -.-
...Epá tou triste, pk sei que vai acontecer algo e o dominick esta-se nas tintas!
E a Arianna é que vai ter de levar com tudo =/
Que roza mesmo puta (sorry =S eu acho k nunca devo ter escrito esta palavra, mt menos dize-la.)
Mas a culpa é tua AR!
NINGUEM TE MANDA FAZER-NOS ISTO, lol

AMEI ^^
TOU SEM TEMPO!
SORRY

ADORO.TE LINDA
BJX
VITA

Phills disse...

O Dominick conseguiu! Fiquei mesmo mesmo feliz que ele tinha conseguido é que pronto .. Ele devia mesmo sentir-se bem por não conseguir. O Kyle voltou :D mas aquela colas da Roza também por lá anda, eu ainda me vou chatear com essa menina, bem bem xD
Espero por domingo :D

Anónimo disse...

Ola!
Desculpa n ter comentado o ultimo, mas eu li! Acho que até disse no chatbox.
Eu adorei ^^
Estou mt feliz pelo dominick, mas ao mesmo tempo ele deveria procupar-se mais...
Eu sou a mariana a quem dedicaste? =D
BIGADA ^^
Eu li a tua fic (A cidade de cristal) ha uns dias toda. Mas n cheguei a ler amor e sangue a meia noite =( Tenho de pensar em ler, para agr acompanhar.
Dizem mt bem dela!

MARIANA

Anónimo disse...

Ola minha querida, sera que é desta que consigo finalmente comentar? lol
Como sempre adorei o capitulo: finalmente o Dominick conseguiu,que bom, agora vai ter mais confiança nele e vai sentir-se um homem inteiro^^

O Kyle voltou, o que é bom!mas isso com a Roza, a mim não me cheira nada bem! o que é que sera que andam a tramar... estou a temer o pior! :(
bem,como sabes não escrevo grandes comentarios,nao tenho nenhum jeito! lol

Beijos grandes!! e as melhores!^^
Fatima

Bárbara B. disse...

Olá Ar =D

Opá, foi lindo a cena de amor deles, o dominick sempre conseguiu,e isso é óptimo! :P
Só o amor é que pode mudar tudo*

E o kyle voltou mas algo me diz que por causa da parva da roza, isto nao vai correr nada bem e ainda separarao e casalinho (espero que nao Arrrrr) :P

Beijinhos, espero que esteja tudo bem contigo^^

P.s:Aulas? Uma grande seca.. :S

Blooog daa Saraaaa ♥ disse...

Querida Ar :D
Este capitulo está fantástico, desculpa não ter vindo cá mais cedo, mas não me aapetecia mesmo vir á net! Mas o que interessa é que agora estou aqui e AMEI o teu capitulo... o Dominick consegui weeeee, estou tão contente xb
Foi linda essa parte tens imenso jeito... adoro a tua fic é demais!
Eheheh, "amor e sangue á meia noite" vai começar a 2º temporadaaa (:
Estou anciosa... já sei o que se passou com a rapariga que veio para aqui dizer mal da tua fic /:
Mas querida não ligue, é tudo dor de cotevelo e não tem mais nada para fazer... sabes como é! Ela o que quer é escrever tão bem como tu (:
Bom, eu vou é ler o próximo capitulo se não morro :b
ADOREI <3
Beijinhos, SROF

Andreia disse...

Desculpa a ausência!

ADOREI este capítulo! O Dominick conseguiu!

Next...

Beijinhos

Bella Cullen disse...

grande dominick! é assim mesmo!
ahaha! coitado do rapaz, mas pronto, o que interessa é que eles agr podem ser felizes.
vibora da roza!
devia levar uma malha pa aprender!
lool
mas sim, ADOREI O CAPITULO! estonteanemtente (nao deve existir a palavra) bom este capitulo
simplesmente fantastico!
o clint todo preocupado com o cao!
GOD! serei desleixada? nunca me preocupei assim com o meu cao, é bota pra lá!
hum....
gostei do capitulo AR, absolutamente incrivel!

Soraya disse...

Amori da minha vida

Peço imensas desculpas por só comentar agora...mas foi muita coisa! Quando vim para fazer o comentário a este estava cá o final que me deixou sem palavras mais uma vez e depois que escrevi num caderno os comentários antes de passar aqui...o pc avariou! Fui buscá-lo ontem à tarde por isso aqui estou eu para os merecidos e não esquecidos comentários! Mil desculpas!

Ora vamos lá então!

Assim que li que ia ter cenas para maiores de 16 fiquei tão contente finalmente teríamos o amor verdadeiro em "acção".

A maneira como descreveste o ambiente que a Arianna preparou para a "nova" primeira vez deles está muito bem. Consegui imaginar Dominick a entrar e depois a atirar a máscara contra a parede e ela se partir! Uma acção que não há palavras para descrever o seu significado mas que tu consegues nos dar, através da tua maravilhosa escrita, o significado e sentido das acções!

O ambiente entre eles, tanto amor para dar e receber de ambas as partes estão bem descrito! Amor tu realmente és uma escritora como há poucas! Tanto talento numa só pessoa é extraordinário! És um poço de talento! E ainda uma pessoa formidável! És P-E-R-F-E-I-T-A!

Voltando à história (tu até me fases perder a linha do raciocínio xD )

E mesmo sabendo que a Arianna não se incomoda com as cicatrizes do seu rosto Dominick ainda se retrai com as outras cicatrizes que tem no seu corpo e mais uma vez Arianna demonstra como não se importa com elas e ele esquece o problema e volta a entregar-se de novo à paixão. E finalmente se entregam um ao outro de corpo e alma! Tornam-se um só! O amor é capaz dos maiores milagres e fez com que Dominick volta-se a ser "homem"! A emoção dele também descrita de uma forma que nós próprios sentimos a sua felicidade é fantástico!

Fiquei contente por saber que Kyle tinha voltado ao menos estava bem mas compreendo que não os quisesse ver a mágoa ainda era grande.

A preocupação do Clint com o cão que lol até parecia que ela o ia raptar! Assim é que é proteger o seu melhor amigo! Os animais são mesmo os melhores companheiros que podemos ter!

E pronto a maldita da Rosa lá tinha que ir meter macaquinhos na cabeça do Kyle. Olha que dois que se juntaram e dali não pode sair boa coisa mesmo! A Rosa não é boa rês e vai envenenar ainda mais a cabeça do Kyle.Ai ai ai eu não gostei muito dela assim que ela apareceu e pelos vistos tinha razões para isso!

E o Dominick está tão feliz que não se apercebe que o irmão está mesmo muito magoado e que tão cedo não o perdoará e a Rosa só o fará ficar ainda com mais raiva deles! Dominick tu põe-te a pau! Acorda para a vida a Arianna bem que o avisa!

Beijokas minha querida desta tua amiga que te adora

Enviar um comentário